Notícias

Rangel Taian, ex-Marreco, vive confinamento no Cazaquistão

02 de Abril de 2020 - Liga Nacional - Brasileiro relata o dia a dia naquele país diante do confinamento imposto pelo coronavírus
Jogador ex-Marreco passa por nova rotina no Cazaquistão

Jogador ex-Marreco passa por nova rotina no Cazaquistão

O fixo Rangel Taian, que jogou no Marreco Futsal em 2015 e 2016, e no Pato Futsal em 2017, hoje é um dos destaques do Kairat, do Cazaquistão, que na temporada 2018/2019 ficou com o vice-campeonato da Uefa Champions League, perdendo para o Sporting, de Portugal, na final.

Em contato com o JdeB, o atleta fala um pouco mais sobre a situação de confinamento por conta no coronavírus: “Estamos indo pra terceira semana de quarentena, sem nenhum tipo de atividade fora da nossa residência. O governo decretou desde a primeira semana o isolamento praticamente total, foram medidas com imposições de horário. Fechou quase todo o comércio, ficando somente farmácias e mercados.

Existem seguranças e policiais na rua e qualquer pessoa fora do permitido, pode ter punições. Os números são baixos, país de 17 milhões de habitantes, são em torno de 300 infectados e duas mortes. A gente se sente muito seguro.

Claro que devemos seguir os nossos deveres. O isolamento social é a melhor maneira. Aqui já estamos em um estágio um pouco mais avançado do vírus, do que em relação ao Brasil. O campeonato nacional não tem data para voltar. É possível que o comércio fique fechado até junho”, disse Rangel, que tem contrato com o Kairat até 2022.

Por Adolfo Pegoraro• Francisco Beltrão | PR

Mais Notícias

    Aguarde, buscando...