Notícias

Inédita Liga Unificada terá taça em homenagem ao árbitro Lauri José Dias

22 de Setembro de 2020 - Liga Gaúcha

Em um ano atípico como este, a partir do dia 3 de outubro, o futsal gaúcho dará mais uma demonstração de força e, acima de tudo, união para sair da pandemia. Esta é a data marcada para o início da Liga Gaúcha Unificada Sicoob de Futsal, reunindo 10 clubes originalmente das ligas 2 e 3, e com uma homenagem especial. O campeão será premiado com a Taça Lauri José Dias, em homenagem ao árbitro e delegado do quadro da Liga Gaúcha, falecido neste mês, aos 70 anos.

As equipes serão divididas em dois grupos para a disputa da primeira fase, com todos enfrentando-se dentro dos grupos. Classificam-se os quatro primeiros de cada chave, até chegar à decisão.

Têm participação confirmada na Liga Unificada, na chave A, o Fundescar (Carazinho), SR Futsal (Santa Rosa), Gaúcho (Tupanciretã), AVF (Vacaria) e Cometa (Rodeio Bonito), e na chave B, FXF (Fontoura Xavier), Pelotas, Cruzeiro (Canguçu), AGE (Guaporé) e APF (Gentil).

"Será emocionante, e fazemos questão de entregar esta taça ao clube campeão. Meu avô estaria muito orgulhoso, porque o esporte, e especialmente o futsal, será uma paixão para ele. A cada escala que saía, ele se preparava uma semana inteira para a viagem. Muitas vezes eu acompanhei ele e vi o carinho que as pessoas no meio do futsal sempre tiveram pelo meu avô", comenta o Erico Dias Stoduto, de 21 anos.

Ele é um dos quatro netos de Lauri. Natural de Porto Alegre, Paiacan, como era conhecido no mundo do futsal. Desde o começo da década de 1990, Lauri foi árbitro, anotador e delegado no futsal gaúcho.

"Dentro da ideia da unidade que esta competição terá, nada mais justo que prestarmos essa singela homenagem a uma figura fundamental ao futsal gaúcho, e que, enquanto esteve conosco, sempre trabalhou pelo crescimento da modalidade. O propósito da Liga Gaúcha sempre foi o de valorizar quem merece ser valorizado, e, para nós, foi uma honra termos recebido a autorização da família do Lauri para esta homenagem. Era um homem admirado por todos", comenta o presidente da Liga, Nelson Bavier.

Mas em jogo não estará somente a Taça Lauri José Dias. Durante toda a competição, todos os clubes estarão de olho na classificação geral, e os seus rivais diretos. É que os acessos previstos para para a temporada de 2021 seguirão em jogo. Os clubes originalmente da Liga 2, disputam duas vagas na elite no ano que vem. E as equipes da Liga 3, o acesso à Liga 2 de 2021.

"É motivo de muito orgulho e satisfação conseguirmos definir uma competição, mesmo com as desistências, que dará a oportunidade aos clubes de movimentarem aos profissionais, tanto atletas quanto integrantes de comissões técnicas, de trabalharem em um ano tão conturbado como esse. A Liga entendeu que isso era mais importante do que o rigor de um regulamento de Liga 2 ou Liga 3. Unificamos pelo bem da modalidade", diz o presidente da Liga.

São cinco clubes de cada liga original: AVF, Cometa, Pelotas, Cruzeiro e AGE (Liga 2); Fundescar, SR Futsal, Gaúcho, FXF e APF (Liga 3).

Por Eduardo Torres - Assessoria Liga Gaúcha

 

Mais Notícias

    Aguarde, buscando...